X

Retórica procedimental e games

Por Vicente Martin Mastrocola (@vincevader) Games são plataformas privilegiadas quando falamos de retórica procedimental. O nome é pomposo, mas a ideia – na verdade – é muito simples. Os games […]

29/08/13

Por Vicente Martin Mastrocola (@vincevader)

Games são plataformas privilegiadas quando falamos de retórica procedimental. O nome é pomposo, mas a ideia – na verdade – é muito simples. Os games possuem capacidade de ensinar os players/usuários através de processos persuasivos.

O autor Ian Bogost em seu livro “Persuasive Games” define de maneira bastante clara o que vem a ser retórica procedimental e como podemos relacionar essa ideia com o mundo dos games:

“Procedural rhetoric is the practice of using processes persuasively. More specifically, procedural rhetoric is the practice of persuading through processes in general and computational processes in particular. Just as verbal rhetoric is useful for both the orator and the audience, and just as written rhetoric is useful for both the writer and the reader, procedural rhetoric is useful for both the programmer and the user, the game designer and the player. ” (2007, p.3)

Outro autor consagrado da área dos games, o uruguaio Gonzalo Frasca, ilustra magistralmente a ideia anterior usando o game “Super Mario Bros” como exemplo. Frasca diz que um jogador que nunca jogou o game tende a testar os botões na primeira experiência com a interface e – partindo disso – descobre que o personagem basicamente anda e pula.

Em seguida se o player sair andando e encostar no primeiro inimigo que aparece, ele morre. Temos uma série de informações aqui: 1) eu ando e pulo com o personagem; 2) eu morri ao encostar no inimigo; 3) se eu pular em cima dele ou sobre ele pode ser que eu continue jogando. Ao combinar os inputs é possível criar novos entendimentos para os procedimentos necessários no jogo.

No decorrer do game o jogador vai recebendo mais informações que vai combinando e montando um repertório de procedimentos que permite que ele avance pelo percurso da narrativa.

Os video games através dos anos estão oferecendo de maneira mais clara e mais intuitiva o aprendizado lúdico para os jogadores. Aqui é um ponto de intersecção onde educação e ludicidade se encontram, mas isso é assunto para outro post.


Todos os direitos reservados, 2018.